PROJETO VIDA NOVA - A Igreja que tem Cara de Leão
     
 
                 

Projeto 20 anos

O que é ser Cara de Leão
Por Joalsemar Araujo

VOLTAR   IMPRIMIR

 

A expressão mais clara para definir um projetista é que ele “tem cara de leão”. Embora algumas pessoas achem estranha esta expressão ela está baseada na Bíblia e bebe da fonte comum da simbologia do leão.

Poucos animais tem presença tão marcante na simbologia como o leão (Panthera leo). Ele é conhecido como o Rei dos Animais. Sua imagem é normalmente associada ao poder, à justiça, à realeza e à força, mas também ao orgulho e à autoconfiança. Sendo assim, o leão deixou seu habitat original (África e Ásia) e espalhou-se pelo mundo afora se tornando símbolo de reinos, impérios e dinastias.

No Brasil, devido à veiculação de uma campanha publicitária de 1979 da Receita Federal quanto às declarações de Imposto de Renda em que aparecia um leão, este tornou-se uma metáfora continuamente usada pela Mídia para simbolizar a Receita Federal. Tornaram-se corriqueiras as expressões "prestar contas com o Leão" e "Leão do Imposto de Renda".

Mas a fonte da expressão “cara de leão” está nas Escrituras Sagradas. Os leões são mencionados na Bíblia por causa da sua força (Juízes 14:18), coragem (2Samuel 17:10), ferocidade (Salmo 7:2), e furtividade (Salmo 10:9; Lamentações 3:10). Em referências proféticas ao Milênio, o leão, com o urso, o lobo e o leopardo, é mencionado como vivendo na paz com o boi, o bezerro, o cordeiro e a criança (Salmo 91:13; Isaías 11:6-8; 65:25).

O leão é o emblema de força, coragem, e majestade (Provérbios 30:30; 26:13; 32:13). Judá é referido como o filhote "de um leão" (Genêsis 49:9), do mesmo modo, Dã (Deuteronômio 33:22). Saul e Jônatas (2Samuel 1:23), Israel (Números 23: 24; 24: 9) e até o próprio Deus (Isa. 31.4; Oséias 5:14, 11:10) são referenciados pelo leão.

Mas a fonte da expressão “cara de leão” está nas Escrituras Sagradas.

Dentre vários símbolos usados para descrever a grandiosidade da pessoa de Cristo, o Novo Testamento refere-se a ele como “o Leão da Tribo de Judá” em clara referência a ele como o Messias e Campeão prometido que viria da tribo de Judá. Em alusão a isso, o célebre escritor inglês C. S. Lewis em sua obra clássica As Crônicas de Nárnia faz do personagem central da obra um leão, Aslan.
A bem da verdade, devido ao fato do leão ser um predador, sua imagem também é utilizada para referir-se tanto ao inimigo carnal (Salmos 17:12 ) quanto ao espiritual (1Pedro 5:8).

A expressão “cara de leão” é derivada da referência feita a onze homens da tribo de Gade que se apresentaram a Davi para auxiliá-lo em suas guerras:
“Dos gaditas passaram-se para Davi à fortaleza no deserto, homens valentes, homens de guerra para pelejar, armados de escudo e lança; seu rosto era como de leões, e eram eles ligeiros como gazelas sobre os montes: Ézer, o cabeça, Obadias, o segundo, Eliabe, o terceiro, Mismana, o quarto, Jeremias, o quinto, Atai, o sexto, Eliel, o sétimo, Joanã, o oitavo, Elzabade, o nono, Jeremias, o décimo, Macbanai, o undécimo; estes, dos filhos de Gade, foram capitães do exército; o menor valia por cem homens, e o maior, por mil. São estes os que passaram o Jordão no primeiro mês, quando ele transbordava por todas as suas ribanceiras, e puseram em fuga a todos os que habitavam nos vales, tanto no oriente como no ocidente” (1Crônicas 12.8-15).

O texto descreve o que é ser cara de leão. São homens e mulheres que:
1.Auxiliam sua liderança (“passaram-se para Davi à fortaleza no deserto”);
2.São valentes guerreiros (“homens valentes, homens de guerra”);
3.São ágeis (“e eram eles ligeiros como gazelas”);
4.Valem mais do que aparentam (“o menor valia por cem homens, e o maior, por mil”);
5.Superam desafios (“São estes os que passaram o Jordão (...) quando ele transbordava por todas as suas ribanceiras”);
6.Fazem o Inimigo fugir e não o contrário (“puseram em fuga a todos os que habitavam nos vales, tanto no oriente como no ocidente”).

Evidentemente que a simbologia do leão não esgota todo o significado de se ser um projetista. Assim como Jesus é chamado de o Leão de Judá ele é também o Cordeiro de Deus (João 1.29); assim também devemos ser como ovelhas (Romanos 8.36), isto é, quebrantados e imbuídos do espírito de sacrifício para com Deus e o próximo.

Portanto, o projetista é alguém valente, destemido, ousado e acima de tudo, alguém que procura parecer mais e mais com Jesus. Evidentemente, que essas características não são exclusivas do Projeto Vida Nova sendo partilhadas por todos aqueles cristãos mostram-se aguerridos, quebrantados e enfrentando as vicissitudes da vida de frente, com a cara de um leão.

 

REFERÊNCIAS:
Leão. Artigo da Wikipédia. Disponível em: http://pt.wikipedia.org/wiki/Leão
Lion. Artigo de Alfred Ely Day para The International Standard Bible Encyclopedia no CD-ROM Bíblia On Line da Sociedade Bíblica do Brasil.
Lion. Artigo da Jewish Encyclopaedia por Emil G. Hirsch,   I. M. Casanowicz e  Solomon Schechter. Disponível em:
http://www.jewishencyclopedia.com/view.jsp?artid=436&letter=L&search=lion

             
  Mapa do Site
EXTERNOS |
Projeto da Argentina | Projeto da Europa | Projeto de New Jersey | Projeto do Tauá | Projeto de Caxias |
A IGREJA | Conavin | Nossa História | Nossas Igrejas | Pastores | Perfil Doutrinário |
MINISTÉRIOS | Artes | Grupos Familiares | Infantil | Intercessão | Juventude | Missões | Música |
VÍDEOS | Culto On Line | Projeto Vida Nova na TV |
Projeto Vida Nova de Irajá
  CULTOS EM IRAJÁ
Quarta-feira às 19hs
Domingo às 8hs, Bom Dia Espírito Santo

Às 9he30min, Escola Bíblica Dominical
Às 18hs, Culto de Louvor e Adoração
  ENDEREÇO
Projeto Vida Nova de Irajá

Estr. Padre Roser, 224 - Vila da Penha
Rio de Janeiro - CEP 22520-560
Tel: (21) 2481-5868
  EMAIL
faleconosco@projetovidanova.com.br